Paulinho da Força

24 de janeiro é o Dia dos Aposentados. Mas o Sindicato Nacional dos Aposentados (Sindinap), filiado à Força Sindical resolveu realizar no dia 30, o Carnaval dos Aposentados, na Avenida Paulista. Terá reivindicações? Inúmeras. Mas o objetivo principal é valorizar os aposentados e pensionistas e cobrar uma aposentadoria digna para todos.

No ano 2000, decidi junto com os companheiros e com João Batista Inocentini, ex-presidente do Sindinap) e o atual Marcos Bugarelli, atual presidente da entidade, organizar os aposentados brasileiros, depois que conheci a experiência dos italianos nesta área. Até então, muitos aposentados brasileiros não tinham um sindicato que os representassem e viviam com benefícios defasados, com a ajuda dos familiares, como se fossem seres a margem da sociedade.

Criamos o sindicato e começamos a desenvolver, de forma organizada, a pauta de reivindicações. Pela primeira vez no Brasil, os aposentados atuavam de forma coletiva.

É preciso valorizar os aposentados que contribuíram para o desenvolvimento do País. Cerca de 70% dos aposentados do INSS recebem a faixa salarial mínima no país.

Defendemos a revisão dos benefícios dos aposentados. Entendo que o cálculo do reajuste da aposentadoria deveria considerar a inflação do idoso que paga plano de saúde, medicamentos, luz, água, imposto, alimentação e roupas, entre outros.

Os aposentados precisam manter a mobilização, estar atentos à manutenção de seus direitos, a conquista de outros e não deixar que sejam enganados apenas porque são idosos.

A Força Sindical sempre lutará junto com o Sindicato na luta pelos direitos dos aposentados, no cumprimento do Estatuto dos Idosos em todo o País. Nosso empenho é constante para tornar realidade todos os benefícios e medidas de proteção que estão na legislação. Parabéns aposentados pelo seu dia. Vamos seguir atentos e vigilantes para manter os direitos que foram conquistados com muito sacrifício.

Paulo Pereira da Silva, Paulinho da Força, presidente da Força Sindical