Paulinho da Força

A Câmara dos Deputados já havia aprovado projeto de lei que estendia até 2019 o reajuste do salário mínimo pela inflação do ano anterior, mais o índice de crescimento do PIB de dois anos antes.

A Câmara dos Deputados se preparava para estender essa fórmula de reajuste aos aposentados que ganham mais que um salário mínimo.

Ao editar uma Medida Provisória estendendo o reajuste do salário mínimo até 2019, a presidente Dilma Rousseff atropelou o Legislativo e tenta impedir que a fórmula de reajuste seja dada aos aposentados que ganham mais de um salário mínimo.

Mas, nós, do Solidariedade, vamos apresentar emendas à Medida Provisória para que a fórmula de reajuste do salário mínimo seja estendida a todas as aposentadorias.

Há vários anos os aposentados que ganham mais de um salário estão perdendo seu poder de compra e muitos não têm mais dinheiro nem para comprar remédios.

Essa política de nivelar por baixo as aposentadorias precisa ser interrompida. O governo não pode querer fazer economia em cima de quem trabalhou a vida toda para construir este país.


Paulo Pereira da Silva, Paulinho da Força, deputado federal e presidente do Solidariedade