Paulinho da Força

Toda a pressão dos trabalhadores sobre o Congresso está surtindo o efeito desejado: vamos conseguindo reequilibrar o jogo! Nesta terça-feira 30, um acordo entre governistas e oposicionistas resultou no adiamento da votação, pelo plenário do Senado, da proposta do governo de reforma trabalhista. Isso não aconteceu por acaso. Na semana passada, nós realizamos, com 100 mil trabalhadores (fotos), a maior marcha de protesto já vista em Brasília.