Paulinho da Força

Muitas notícias boas para moradores e trabalhadores da zona sul de São Paulo, principalmente para quem vive na região do Grajaú. A primeira é a instalação do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), articulação do o diretor regional sul da SERT, Dr. Sidney Cruz, em parceria com o deputado federal Paulinho da Força.

O PAT entrará em funcionamento em breve, atendendo a toda população que necessita da emissão de Carteira de Trabalho e habilitação ao seguro-desemprego. A unidade também vai prestar serviços de Intermediação de Mão de Obra.

“O PAT vai facilitar o acesso dos trabalhadores do Grajaú a serviços essenciais no que diz respeito a documentações trabalhistas. Descentralizar os serviços é muito importante para os moradores de baixa-renda, porque muitos não têm dinheiro para pegar transporte todos os dias”, explica Paulinho da Força.

Para o deputado a intermediação de mão de obra é o serviço mais importante. “Com esse atendimento os trabalhadores desempregados podem ser reinseridos ao mercado de trabalho mais rápido”, ressaltou.

De acordo com o diretor regional sul da SERT, Dr. Sidney Cruz, o PAT vai oferecer outros benefícios, como inscrição no Programa Estadual de Qualificação Profissional (PEQ) e no Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (PADEF).

“O PAT é um importante instrumento no combate aos efeitos do desemprego e os moradores do Grajaú precisam muito desses serviços. O PAT, junto com os cursos de qualificação, os chamados PEQ, facilitam muito a busca pelo emprego, melhorando a vida de muita gente do Grajaú”, enfatizou o Dr. Sidney Cruz.

Banco do Povo Paulista – Outra novidade para a população da zona sul é a instalação do Banco do Povo Paulista, que vai funcionar na região da Pedreira, Cidade Ademar e adjacências. Essa é a primeira unidade na periferia da capital paulista. Segundo Dr.Sidney, o objetivo é fomentar o empreendedorismo e qualificar os pequenos e médios empresários da região.

“Queremos aumentar o índice de empregabilidade nos bairros da região da Pedreira e adjacentes e o melhor caminho é incentivar os microempreendedores com créditos a juros baixos”, explica Dr.Sidney. Segundo ele, toda zona sul será beneficiada com o Banco do Povo. “A ideia é também fazer um Banco do Povo itinerante. Vamos tentar distribuir o programa em várias localidades”, contou.

O Banco do Povo Paulista atua no segmento de microcrédito, beneficiando pessoas físicas e jurídicas, associações e cooperativas produtivas ou de trabalho. A taxa de juros é 0,35% ao mês. Mais de 430 mil microempreendedores são beneficiados com o programa do governo estadual em toda São Paulo.

Fonte: Jornal de Santo Amaro

14900352_1724743864512594_7651863090688829908_n