Paulinho da Força

Cerca de 500 mil trabalhadores foram até a Praça Campo de Bagatelle, zona Norte de São Paulo, exigir mais emprego, nesta terça-feira (1° de maio). O evento, promovido há mais de 20 anos pela Força Sindical, atraiu muitos trabalhadores que queriam protestar e ao mesmo tempo se divertir na festa, que é feita só para eles.

De acordo com o presidente da Força Sindical e também do Solidariedade,  deputado federal Paulinho da Força, o momento não é de comemoração, mas de luta e de defesa pelos direitos trabalhistas. “Cada ano que passa, o Brasil tem menos pessoas trabalhando com carteira assinada. O país tinha 45 milhões de trabalhadores formalizados com carteira assinada,  agora, esse número caiu para 32 milhões e a tendência é reduzir ainda mais”, constatou Paulinho.

Devido ao número cada vez menor do emprego formal, o lema do evento não poderia ser mais apropriado: ‘Emprego! Emprego! Emprego!’. ” O meu objetivo é ressaltar ainda mais a importância e a necessidade de fazer o Brasil voltar a crescer”, ressaltou Paulinho da Força.

Preocupações – Além da luta pelo emprego, outras demandas foram destacadas como a criação de programas que visem o crescimento econômico do Brasil, programas que gerem emprego e de redução dos juros.

O deputado federal Paulinho da Força destacou: “No ano passado barramos a reforma da Previdência e temos de ficar alertas se voltarem a insistir neste malfeito. Esta reforma trabalhista nefasta que está aí e que retira direitos dos trabalhadores, contrariando nossos intensos protestos, passou, mas não paramos de lutar para que ela seja modificada em todos os pontos que penalizam os trabalhadores. Nossa luta é árdua, mas dela não podemos desistir!”.

 

bdf8d7ad-0e37-4cf4-8799-3815dd0db7ac

ed756c33-1630-4e0e-bc99-7d98a3c3ab21